quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Desejos perdidos, memórias de um coração vazio...

 Eu seria muito egoísta se pedisse para que você não me esqueça?
Não esqueça dos beijos, dos abraços, das conversas bobas e a tranquilidade que ficava ao nosso redor quando estávamos juntos. Não esqueça a cor dos meus olhos, que sempre brilhavam quando viam teu sorriso. Não esqueça também das minhas caretas, das risadas, das nossas piadas, das minhas mãos em teus cabelos te fazendo cafuné e dos meus suspiros contentes ao ter seus braços ao meu redor. Não esqueça de mim, não se esqueça de nós... Lembre, até das nossas discussões e do meu jeito cabeça dura de insistir em querer estar sempre certo. Lembre-se também dos meus defeitos, porque eu sei que algum dia, você já amou todos eles de alguma forma. E é por isso que eu ainda não consegui te apagar da memória, logo você que me deu tantos momentos pra recordar. Eu não a esqueço porque na verdade, mesmo depois de tanto tempo, ainda me encho de alegria quando insisto em trazer nossas lembranças de volta. Mesmo sem estar por perto, você até hoje ainda consegue me fazer feliz. Os sorrisos que arrancou da minha boca foram tão intensos, que vez ou outra, continuo sorrindo por você. Mesmo que eu não esteja por perto, eu te peço, não se esqueça de mim meu amor, nós ainda temos tanta coisa para lembrar...

Quem sabe um dia a saudade não bate e você vem aqui me fazer sorrir de novo...



" You will always be in my heart..."

Um comentário:

  1. de repente nos tornamos estranhos para algumas pessoas, as vezes é melhor nao lembrar mesmo


    as lembranças enganam
    parecem melhores do que foi a realidade
    enganos da dor

    ResponderExcluir

Se identificou com o texto? Conte-nos sua história, nos mostre um pouco dos pensamentos e sentimentos que estão guardados ai neste teu peito enferrujado, desabafe.

Ou apenas venha dizer um olá e quem sabe dividir um copo de café conosco (: